Torta de maçã verde

10.1.17


Queridos!!!!!!!!!!!!!!!!! Antes de mais nada queria dizer que foi sofrido ficar tanto tempo assim longe do blog - resultado de uma sequência de descompassos! Primeiro, eu passei por uns meses de muita indisposição. Depois, por motivos que ainda desconheço e que muito me revoltam, acabei ficando quatro meses sem internet em casa!! Imaginem o drama! Agora, tenho conexão - mequetrefe, mas pelo menos posso voltar a postar!

Tendo dito isso, vamos ao que (sempre) interessa: comida!

Esta torta foi uma surpresa. Estava procurando doces para o fim do ano e vi essa lindeza pela frente. A foto era muito convidativa! E como adoro comer... logo decidi que fazê-la seria uma das minhas resoluções de ano novo! Fora que maçã verde é muito chique! Sempre achei!

Logo no início enfrentei um (mini) drama. A base da torta ficou horrível. As quantidades dos ingredientes não faziam o menor sentido e me vi diante de uma farofa seca. Tentei remediar, mas a massa continuava feia, claramente um arremedo. Então, lembrei-me de que tenho uma receita de base de torta doce inacreditável de boa! E apelei pra ela imediatamente!

Bom, chega de papo que o que a gente quer é comer!

Espero que gostem! E um feliz 2017! MESMO! 2016 deixou uma ressaca...


Torta de maçã verde

Ingredientes
175g (1 1/4 xícara) de farinha de trigo
2 colheres (chá) de açúcar
1/4 colher (chá) de sal
115g de manteiga sem sal gelada, cortada em cubos
3 a 4 colheres (sopa) de água gelada

2 colheres (sopa) de farinha de rosca para a montagem

Recheio
6 maçãs verdes médias
1 1/2 colher (chá) de canela em pó
1 1/2 colher (chá) de noz-moscada ralada
1 colher (sopa) de essência de baunilha
3 colheres (sopa) de suco de limão
1 xícara (chá) de açúcar
1/2 xícara (chá) de maisena

Modo de preparo

Para a massa, misture a farinha, o açúcar e o sal no bowl da batedeira. Junte a manteiga e bata até que ela fique em pedaços menores, do tamanho de ervilhas. Adicione então as três colheres de água gelada e bata novamente, até que a massa comece a dar liga. Se necessário, coloque a quarta colher de água. Leve a massa para uma superfície de trabalho e sove um pouco. Deixe em formato de disco, embrulhe em papel filme e refrigere por pelo menos uma hora.

Quando faltarem uns 10 minutos para a massa ficar no ponto (a 1h de geladeira), preaqueça o forno a 180oC.

Abra a massa, coloque no fundo e nas laterais de um refratário redondo de 30 cms. Com os dedos, pressione para formar uma parede sólida. Faça furos (com um garfo) no fundo da massa para que ela não infle ao assar. Cubra com papel-manteiga e sobre ele coloque grãos de feijão, preenchendo todo o fundo da forma, para fazer peso (eu uso umas bolinhas de cerâmica específicas para isso!). Asse por 10 minutos e reserve.

Então corte as maçãs ao meio, retire o cabo e as sementes e faça fatias finas. Em uma tigela grande, misture os demais ingredientes do recheio e misture depois. É a vez então de colocar as maçãs aí e misturar bem para que elas absorvam os temperos.

A montagem é simples. Retire os feijões do fundo da forma e descarte-os (eles ficaram muito secos para serem cozidos). Polvilhe o fundo com uma colher de farinha de rosca - isso ajuda a massa a não molhar e ainda forma um creminho. Coloque as maçãs e polvilhe a outra colher de farinha de rosca por cima.

Asse por 1h10 ou o tempo que for necessário para elas estarem macias e levemente douradas.

Sirva com sorvete de creme!


2 comentários:

  1. mari, volta a postar no perdeu playboy pfvr. ler o que você escreve me deixa tap bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô, Ana, que bom saber que meus textos a ajudam de alguma forma! O problema é que ando sem inspiração e boas ideias para postar por lá... Rs! Mas vou tentar pensar em algo legal! Beijo!

      Excluir