Massa fresca com alho e queijo

25.12.15

Cada vez mais tenho prazer em procurar receitas deliciosas que não levam carne. Não, ainda não decidi voltar a ser vegetariana (pois é, dá para acreditar que eu já fui? Foram três interessantes anos!), mas acho, primeiro, o desafio muito bom. Dissociar sabor de carne. Segundo, tenho a sensação de que é comida mais saudável ou, ao menos, menos pesada. Tenho, desde nova, dificuldade em processar carne, principalmente, a vermelha.

E a desculpa perfeita é receber alguém vegetariano em casa. Não tem escapatória. Quer dizer, você pode fazer vários pratos e satisfazer todo o tipo de clientela, mas hoje prefiro reduzir a quantidade de trabalho - e de sobras.

Lançado o desafio, sai à caça.


E aqui gostaria de falar com vocês rapidamente sobre um novo livro que comprei. É da Donna Hay, uma máquina quando o assunto é boa comida, autora de mais de 20 (!!!) bestsellers culinários. Uma das coisas mais bacanas do livro - e que, pelo que li, faz parte da filosofia gastronômica dela - é que a beleza está na simplicidade. Como não amar uma pessoa dessas?

Foi no livro dela que encontrei a receita perfeita para meu Natal vegetariano.

A massa é incrível. Mistura ingredientes que usualmente não vão juntos. E o resultado é surpreendente! De um jeito que deixa a gente até desconcertado. É o segundo prato dela que faço. As coisas são tão lindas e gostosas que me deu vontade de fazer o livro todo, de cabo a rabo. Bem como naquele filme Julie & Julia, em que Julie, desmotivada e sem rumo, decide cozinhar todos os pratos do clássico livro da Julia Child, figura interessantíssima e que revolucionou a maneira de cozinhar das norte-americanas.

Mas juro não prometer uma coisa dessas. Conheço muito bem meu jeitão. No início de cada ano, invento mil projetos e, após dois meses, está tudo (ou quase tudo) abandonado. Assim, vou tentar fazer tudo, mas sem compromissos e prazos!

Enfim, voltando à massa. Ela é divina!

Se eu fosse você, não esperaria mais nenhum minuto para prepará-la!


Massa fresca com alho e queijo

Ingredientes
10 dentes de alho com casca
2 xícaras (chá) de azeitonas Kalamata sem caroço (300g)
1/3 xícara (chá) de azeite (80ml)
2 colheres (sopa) de alcaparras, lavadas e escorridas
1/4 xícara (chá) de pinhole (usei pistache) (40g)
1/3 xícara (chá) de folhas de orégano
1 colher (sopa) de suco de limão siciliano
375g de massa fresca (a receita sugere que seja lasanha, cortada em tiras largas, mas pode ser a que preferir)
Sal marinho
Pimenta do reino moída na hora
250g de ricota (usei queijo de cabra fresco)
1 1/2 xícara (chá) de parmesão ralado fino (120g)

Modo de preparo

Preaqueça o forno a 180oC. Coloque o alho, as azeitonas e 1 colher de sopa de azeite em uma forma, misture bem e leve para assar. Deixe por uns 15 minutos ou até que o alho esteja macio. Descasque o alho, amasse com um garfo e reserve. Se quiser ter menos trabalho, já asse o alho sem a casca.


Coloque o restante do azeite em uma frigideira, ligue o fogo médio e espere esquentar. Acrescente então as alcaparras, o pinhole (no meu caso, pistache) e o orégano e cozinhe por dois a três minutos, até que o orégano fique crocante. Adicione o suco de limão, tire do fogo e reserve.

Cozinhe a massa conforme o que diz a embalagem. Não deixe ficar muito cozida. Melhor al dente. Escorra e volte com ela para a panela. Junte a mistura do alho e a da alcaparra, coloque sal e pimenta, adicione a ricota (queijo de cabra, no meu caso) e o parmesão. Misture bem. E sirva em seguida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário