Bolo de cenoura com especiarias

14.12.15


Tem muito tempo que conheço o bolo de cenoura americano. Quer dizer, não conheço, conheço, para ser bem sincera. Ouvi falar, vi gente comendo na minha frente e até fui convidada a prová-lo, mas nada.

Coisa de menina fresca. E chiliquenta.

Não sei dizer por que, mas sempre fiz cara feia para ele, desde o início.

Sei lá. Um bolo de cenoura que não é laranjinha e que não tem uma calda indecente de chocolate por cima não é algo confiável. Convenhamos. Você também ficaria com os dois pés atrás.

Mas aí, um dia, uma amiga resolve pedir o tal bolo de sobremesa em um restaurante árabe. Sim, você leu direito. Sobremesa! Eu, claro, me achando a esperta, caí fora e resolvi pedir trufas de chocolate com pistache.

Mal sabia eu o que estava perdendo.


A culpa foi da atendente. Ela falou tanto, mas tanto do bolo, que comecei a duvidar do que o meu cérebro me dizia (algo como "não prove nunca. Nem morta."). Ela ainda acrescentou que só tinha sobrado uma fatia (isso bem antes de o local encerrar os trabalhos do dia), dada a popularidade do bolo (é óbvio que achei que era propaganda enganosa das brabas).

O problema foi o que a atendente falou logo no fim. Ela disse: "ah, ele fica ótimo com labneh".

Peraí. Desculpa. Acho que não ouvi direito.

Você, por acaso, disse labneh?

Bolo com labneh era algo até então impensável. Inimaginável. Incompreensível. Adjetivos que, apesar de espantarem muitos, quase todos, são como música para os meus ouvidos. Quase chorei de emoção.

Adoro combinações exóticas. Adoro misturas diferentes, únicas. E AMO labneh! Foi a senha para provar e me apaixonar!

Fica de perder o juízo com ou sem essa cobertura de cream cheese. Juro.

Agradeço a Deus pelas pessoas criativas deste mundo (bolo com labneh. Que muso)!


Bolo de cenoura com especiarias

Ingredientes
1 1/2 xícara (chá) + 2 colheres (sopa) de óleo de canola
1 xícara (chá) de açúcar comum
1 xícara (chá) de açúcar mascavo
6 ovos
1 colher (sopa) de extrato de baunilha
3 1/4 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de canela em pó
2 colheres (chá) de bicarbonato de sódio
2 colheres (chá) de sal
1 colher (chá) de fermento em pó
1/2 colher (chá) de noz moscada em pó
Uma pitada de cravo em pó
453g de cenoura ralada
1 xícara (chá) de nozes picadas
Opcional: 1 xícara (chá) de uva passa

Cobertura
150g de cream cheese
2 colheres (sopa) de manteiga em temperatura ambiente
1/2 xícara (chá) de açúcar de confeiteiro
Extrato de baunilha a gosto

Modo de preparo

Preaqueça o forno a 180oC. Unte as assadeiras (rendeu duas de pão).

Na batedeira, bate o óleo com os açúcares. Depois, acrescente os ovos, um de cada vez. Por último, a essência de baunilha.

Em uma vasilha, junte os ingredientes secos: farinha, canela, bicarbonato, sal, fermento, noz moscada e cravo). Coloque-os na batedeira e bata em velocidade média até que esteja bem misturado. Acrescente as cenouras e as nozes e mexa com uma espátula (se for colocar a uva passa, a hora é agora).

Distribua a massa nas formas. Asse por 25 a 30 minutos (ou até que o palito saia limpo). Tire do forno e deixe esfriar até ficar em temperatura ambiente. Depois, desenforme e deixe terminar de esfriar em uma grade.

Para a cobertura, basta misturar o cream cheese e a manteiga na batedeira (ou na mão), por uns três minutos. Junte o extrato. Por último, coloque o açúcar, batendo até ficar cremoso. Coloque em uma vasilha, passe plástico filme e deixe na geladeira por, pelo menos, 30 minutos.

Assim que o bolo esfriar totalmente, cubra com a cobertura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário