Naked cake de chocolate da Dani Noce

16.9.15

Eu sempre quis fazer um bolo naked. Sempre. Mas também sempre tive medo de não dar certo. Curioso isso.

Eu adoro cozinhar, sou destemida, aventureira. E algumas receitas simplesmente me aterrorizam. Pior que nada mais é do que o simples medo de errar. Não por mim, mas pelos outros. De verem (e jogarem na minha cara) que não ficou tão bonito quanto o naked de outro site. Ou que não ficou tão apetitoso. Medo de ser julgada pelos outros. Quanta besteira.

Só porque eu conheço alguém que foi lá, fez e acertou, fico com medo de fazer e dar errado. Mas sabe de uma coisa? Eu preciso olhar apenas para dentro de mim. Olhar, por exemplo, o antes e depois. Neste caso, o primeiro naked que fiz (que ficou um horror, caindo pelas tabelas, mas ainda assim gostoso!) e este aí. Esta belezura.

Tudo bem. Confesso que não fiquei 100% satisfeita. O recheio ficou mais mole do que esperava (o que significa que coloquei menos do que gostaria, para não vazar pelos lados). A calda ficou mais dura (o que significa que não consegui fazê-la escorrer pelas laterais daquele jeito chique). Verdade que a receita original também tem outros dois contras: não é doce como imaginei, nem tão macia. E aí?

Posso fazer outras receitas. Mudar esta. Criar a minha própria (tá bem, também não cheguei a esse estágio). Seja como for, a vida é bela demais (e o mundo grande demais) para eu ficar paralisada por conta de uma receita não perfeita.

Se tem uma coisa que me fez feliz foi ver o bolo pronto!

Ele é possível. As fotos não me deixam mentir. E melhor: o salto entre a primeira versão, falida, e esta, um mimo, é gigantesco. O céu é o limite!

Se ficou interessada, segue a receita! Quem quiser olhar na fonte, é só clicar aqui. Tem até o vídeo da doce Dani mostrando o passo a passo (ele ajuda demais principalmente para entender a montagem do bolo).


Naked cake de chocolate da Dani Noce

Ingredientes

Massa
8 ovos
300 ml de leite
255 ml de óleo de canola
2 1/4 xícaras (chá) de açúcar mascavo
2 colheres (chá) de pasta de baunilha ou o dobro de extrato
2 3/4 xícaras (chá) de farinha de trigo
1/2 xícara (chá) de cacau em pó
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
2 colheres (chá) de fermento em pó
1 pitada de sal

Recheio
1 lata de leite condensado
3/4 de lata de creme de leite sem o soro
1 colher (chá) de extrato de baunilha
1 colher (sobremesa) de manteiga
2 gemas peneiradas

Ganache
300g de chocolate meio amargo
100g de creme de leite fresco
30g de glucose ou mel
20g de manteiga
1 colher (sopa) de cachaça

Para a montagem
Frutas vermelhas e flores comestíveis

Modo de preparo

Unte duas formas de 20cm, fundo removível, com manteiga. Corte dois pedaços de papel manteiga do tamanho do fundo, coloque na forma untada e unte novamente com manteiga (por cima do papel). Enfarinhe com chocolate em pó.

Misture ovos, leite, óleo e baunilha. Em seguida, misture o açúcar. Peneire todos os ingredientes secos e junte à mistura líquida. Mexa bem.

Divida a mistura entre as duas formas e asse em forno preaquecido a 170oC. Assim que assar (o palito sai limpo), tire do forno e deixe esfriar.

Para o recheio, que nada mais é do que um brigadeiro branco, leve o leite condensado ao fogo médio com as gemas, a manteiga e o extrato de baunilha. Mexa até descolar do fundo da panela. Desligue o fogo e só então coloque o creme de leite. Importante é ficar de olho na textura. Não pode ficar muito líquido. Se preferir, coloque o creme de leite aos poucos, até dar o ponto. Espere esfriar bem antes de usar.

Para a ganache, pique bem o chocolate meio amargo e coloque no processador. Em uma panela, ferva o creme de leite com a glucose. Quando ferver, jogue por cima do chocolate, tampe o processador e espere 3 minutos. Só então processe a mistura. Quando estiver lisa, acrescente a manteiga gelada, cortada em cubos. Processe novamente até misturar. Deixe amornar e coloque a cachaça. Processe novamente e use.

A montagem é assim. Pega um dos bolos, corta o topo dele (que fica abaulado), coloque essa parte virada para baixo. Coloque o recheio. Arrume as frutas de sua preferência. Uma dica legal é colocar uns quatro a cinco morangos (do mesmo tamanho, sem o caule verdinho) apoiados em partes diferentes do bolo para dar sustentação ao outro bolo que vem por cima. Coloque o segundo bolo, também sem o topo (esta parte "exposta" também fica para baixo). Coloque a ganache e finalize com as frutas e as flores. Se quiser, coloque o recheio e a ganache em potes separados e leve à mesa para que as pessoas possam se servir de mais, caso desejem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário