Pasta de berinjela ou babaganoush

7.1.15



Rei. O Ottolenghi é meu rei.

Todas (absolutamente to-das) as receitas dele são perfeitas. Temperadas na medida. Feitas para ressaltar o sabor do ingrediente principal. Cheias de ervas e temperos naturais. Pouco (ou nada de) leite, pouca (ou nada de) gordura. Muita coisa vegetariana. E sabe? Estão entre os pratos mais diferentes e saborosos que já provei na vida.

Então, como não amar?


A receita de hoje é incrível. Berinjela queimada direto no fogo (do fogão) e mais uns temperos. Uma pasta para deixar qualquer um feliz e saciado!

(Esta é a foto original do prato, que está no livro Plenty, do Ottolenghi)

Pasta de berinjela com tahine

Ingredientes
1 berinjela grande
1/3 xícara (chá) de tahine
1/4 xícara (chá) de água
2 colheres (chá) de melado de romã
1 colher (sopa) de suco de limão
1 dente de alho amassado
3 colheres (sopa) de salsa picada
Sal e pimenta do reino a gosto
3 pepinos pequenos (opcional)
3/4 xícara (chá) de tomates cerejas (opcional)
Sementes de romã
Azeite de oliva para finalizar

Modo de preparo

Queime a berinjela no fogo (em cima da chama mesmo. Vire de um lado para o outro até queimar a casca inteira). Quando esfriar, raspe a carne (com uma colher, sem pegar a pele queimada), coloque em uma peneira (para escorrer qualquer água da berinjela) e jogue fora a pele queimada. Deixe escorrendo por 30 minutos. Pique a carne da berinjela grosseiramente. Coloque em um bowl. Acrescente o tahine, a água, o melado, o suco, alho, salsa, sal e pimenta. Misture bem. Prove e coloque mais alho, suco ou melado, se necessário. Se for colocar pepino, a hora é agora. Pode ser em cubos ou tirinhas. Os tomates devem ser partidos ao meio. Junte à mistura. Na hora de servir, coloque as sementes por cima e um pouco de azeite (eu não tinha sementes, então foi sem mesmo. Mas elas dão um visû e uma crocância incríveis ao prato).

Nenhum comentário:

Postar um comentário