Melhor carne moída (e molho bolonhesa) ever

Carne moída é a típica comida de vó. Você come e lembra da infância, das brincadeiras de rua, das férias... Sente-se acolhida, abraçada, confortada. O coração bate feliz.

Como é que uma carne refogada pode nos fazer sentir assim, eu não sei. Só sei que é assim que funciona. Minha irmã Carol também ama carne moída! Por isso, esta receita vai especialmente pra ela.

Muitas vezes, eu faço só a carne moída - e deixo o molho pra lá. Mas vale fazer as duas coisas.

Faça a carne, separe metade para comer com aquele arroz branco, recém-feito, e o restante você usa para terminar o molho à bolonhesa e se afundar em um prato de espaguete lambuzado, apetitoso (Carol também adora massas!).

Para comer de joelhos. E colocar um sorriso no rosto.

Melhor carne moída (e molho bolonhesa) ever

Ingredientes
1 colher (sopa) de óleo (pode ser azeite)
3 colheres (sopa) de manteiga
1/2 xícara (chá) de cebola picada (eu amo cebola e costumo colocar muito mais do que o pedido)
2/3 xícara (chá) de salsão picado
2/3 xícara (chá) de cenoura
350g de carne moída (coloquei um pouco mais, o que veio no pacote)
Sal a gosto
Pimenta a gosto
1 xícara (chá) de leite integral
Noz moscada a gosto (em pó)
1 xícara (chá) de vinho branco seco (já fiz com vinho tinto e fica tão bom quanto)
1 1/2 xícara (chá) de tomate em lata (aquele italiano, o pelati)
1 latinha (pequena) de extrato de tomate
Um tantinho de queijo ralado (usei parmesão)
Orégano a gosto
Molho inglês (olhômetro)

Modo de preparo

Coloque o azeite e a manteiga e refogue a cebola na panela, em fogo médio (utilize uma panela que retenha calor. Por exemplo, as de ferro, barro ou cerâmica). Salteie até ficar transparente. Adicione a cenoura e o salsão e cozinhe por uns dois minutos, mexendo bem. Adicione a carne e coloque uma boa pitada de sal e pimenta (colocar o sal nesse momento ajuda a carne a liberar seus sucos). Refogue até que ela perca o vermelho (nada de carne crua). Coloque o leite e deixe cozinhar em fogo baixo até evaporar completamente! Agora, tenha paciência. Leva um tempão mesmo para o leite evaporar e cozinhar a carne. Aí é que está o diferencial desta receita. Ah, cozinhá-la no leite antes de adicionar o vinho e o tomate "combate" a acidez dos ingredientes. Adicione a noz moscada. Coloque o vinho e deixe cozinhar até secar. Se você quer apenas comer a melhor carne moída ever, pare por aqui.

Agora, se você está interessada no molho, adicione os tomates e o extrato. Mexa bem! Deixe o gás superbaixo e cozinhe com a panela destampada. Essa é outra dica importante da autora da receita! Quando o molho estiver no ponto de sua preferência (eu adoro ele encorpado, mais grossinho), acrescente o orégano, o molho inglês e um pouco de queijo ralado. Prove e acerte o sal! Fique à vontade para colocar outros temperos de sua preferência!

(Amo, adoro, venero!)

Comentários

Postagens mais visitadas