Boeuf borguignon

Estou me achando. A-chan-do. Fiz bouef borguignon!!! E ficou bom! :)

Mas devo confessar. Ele me aterrorizava. Principalmente depois que assisti ao filme Julie & Julia.

Ele conta história de Julia Child, uma grande cozinheira americana, que introduziu a culinária francesa nos Estados Unidos, e de Julie, uma jovem americana de classe média que decide testar todas as receitas do livro de Julia em um ano.

A receita de alguma forma marca a vida das duas cozinheiras. No caso de Julia, porque é o boeuf que conquista uma editora e garante a publicação de seu primeiro livro de culinária, Mastering the Art of French Cooking. Já Julie prepara essa receita para receber uma jornalista que vai entrevistá-la sobre sua empreitada.

Só sei que o tal prato é lindo, cheiroso, saboroso. Muito. Mal dei a última garfada e já comecei a sonhar com o dia que vou prepará-lo de novo.

Não vou mentir. Dá trabalho. Não porque seja ultracomplexo. Na verdade, são muitas etapas. E é preciso tempo e disposição para fazê-lo. Mas garanto que vale cada segundo investido.

Boeuf borguignon

Ingredientes
1kg de alcatra (cortada em cubos de 5 cms)
1/2 litro de vinho tinto
1 cenoura em cubos
2 talos de salsão em cubos
1 cebola em cubos
2 litros de caldo de carne
120g de bacon em cubinhos
200g de cogumelos Paris fatiados
30g de farinha de trigo
2 dentes de alho
Manteiga
10 cebolas pérola (aquelas pequenas)
Açúcar
Sal a gosto
Pimenta do reino a gosto

Modo de preparo

A primeira coisa que eu sugiro que você faça é o caldo de carne. Quer dizer, se você decidir fazer seu próprio caldo. Como ele precisa de muitas horas no fogo, é bom fazê-lo antes. E pode congelar! Que aí, na hora do preparo, é só esquentar! Mas se você definitivamente não tem pique para essa tarefa, use aqueles tabletes prontos dissolvidos em água fervente. Não é a mesma coisa do caldo feito em casa. Mesmo (mas eu te entendo).


Bom, depois vem o preparo da carne. Coloque-a em um recipiente com o vinho, a cenoura, o salsão e a cebola. Cubra e deixe na geladeira por 12 horas.


Depois desse tempo, separe os cubos de carne e seque-os, um a um, com papel toalha. Coe o caldo que sobrou (você vai usar o vinho para cozinhar a carne). As verduras podem ser colocadas no seu caldo de carne para apurar o sabor.

Em uma panela grande, de fundo largo, frite primeiro o bacon. Assim que estiver pronto, retire da panela e reserve.


Você vai usar o óleo que sobrou do bacon para selar a carne. A selagem ajudar a manter os líquidos "presos" na carne - assim ela se mantém macia, mesmo após o cozimento. Coloque pequenas quantidades de carne na panela e refogue. A ideia é colocar, deixá-la dourar de um lado, virar e deixar dourar do outro - sem ficar mexendo. Ah, e se você colocar tudo de uma vez, elas vão soltar líquido e cozinhar. Você, definitivamente, não quer que isso aconteça.


Depois de selar tudo, devolva toda a carne para a panela e acrescente a farinha de trigo. Misture bem e então acrescente o vinho. A partir daí, a carne vai começar a cozinhar - e tudo o que você tem que fazer é garantir que haja sempre líquido na panela. Assim que o vinho estiver secando, por exemplo, coloque duas conchas do caldo de carne. E continue colocando mais caldo toda vez que a panela estiver perto de ficar seca. Também é legal dar sempre uma mexida, para que a farinha não grude no fundo da panela e queime. Ao todo, a carne fica entre duas e três horas cozinhando.

Aproveite enquanto a carne cozinha para preparar o cogumelo e a cebola. Em uma panela, junte o alho picado (ou socado), um pouco de manteiga e o cogumelo. Assim que ele der uma amaciada, desligue o fogo e reserve.


Em outra panela, coloque as cebolas descascadas, um pouco de água (o suficiente para chegar à metade da altura das cebolas, sem cobri-las), uma colher de sopa de manteiga e 1/2 colher de sopa de açúcar cristal. Deixe ferver. Aos poucos, a água vai secando. A cebola vai ficar cozida. No fim, o açúcar vai ajudar a dar uma caramelizada nelas. É isso o que você quer mesmo. Reserve.

Quando a carne estiver cozida (pode espetar um pedaço e provar, sem medo!), acrescente o bacon, o cogumelo e as cebolas e cozinhe por uns cinco minutos. Acerte o sal e coloque pimenta a gosto.

Voilà!

Eu servi com arroz branco feito na hora, farofa de cebola e uma salada básica!

Comentários

Postagens mais visitadas