Pão de queijo da Ju

8.4.14

Eu amo pão de queijo. Amo de um jeito inexplicável. Amo de um jeito quase estranho.

Pão de queijo pra mim não tem hora. É bom de dia, de tarde, de noite, de madrugada. Serve para quando bate a fome ou mesmo naqueles momentos em que a barriga se contorce de tão cheia que está.

Honestamente, poderia viver de pão de queijo. Troco por qualquer outro prato, sem pestanejar (quer dizer, menos por farofa, que é tão maravilhosa quanto). E quentinho com manteiga... Sério, é delírio na certa. Sou viciada, apaixonada, alucinada por pão de queijo.

Deve ser por isso que fazer pão de queijo dá trabalho. Porque, se fosse fácil, a gente morria de tanto comer. E não ia sobrar um ser vivo para contar a história.

O que mais me mata é o tanto que você precisa sovar a massa. Ok. Sovar talvez não seja o termo certo. Mas você entendeu. É preciso amassar tanto, para misturar os ingredientes, que dá tendinite. O negócio é feio. Lembro-me sempre do calvário que era quando minha mãe decidia fazer pão de queijo em casa. Ela sempre me chamava para ajudá-la. Afinal (segundo ela, viu?! Não sou eu me promovendo), tenho mãos fortes, grandes e quentes (uia!)!

Só sei que eu tinha horror ao processo. Menos mal que depois tinha tanto pão de queijo pra comer que eu me esquecia do trauma. Desde então, vivo como uma indigente, mendigando o pão de queijo alheio.

Adoro ser cobaia de receitas novas e sempre dou um jeito de passar na minha mãe quando tem bolinhas amarelas da felicidade por lá.

Mas agora tudo isso deve mudar. Minha amiga Ju, criteriosa e mãos de fada, me deu uma receita das boas. Você amassa, é verdade, mas, segundo ela, nem precisa ser tanto. A massa fica feia, cheia de pelotas. Mas, oras, deixe o preconceito de lado. No fim, dá tudo certo. E ele não poderia ser mais saboroso!

Da próxima vez, vou tentar trocar a parte manual pela batedeira e ver se o resultado convence.

Wanna try?

Pão de queijo da Ju

Ingredientes
1 copo (requeijão) de óleo (menos 1 dedo)
2 colheres (sobremesa) de sal
1 litro de leite integral
2 colheres (sobremesa) de manteiga
450 a 500g de queijo ralado
1 kg de polvilho doce
8 ou 9 ovos

Modo de preparo

Ferva, juntos, o óleo, o sal, o leite e a manteiga. Jogue em cima do polvilho, misturando bem com uma colher grande. Deixe esfriar.


Só então coloque os ovos e misture bem, amassando. Por último, incorpore o queijo. A textura final da massa deve ser meio grudenta. Se ela estiver soltando completamente das mãos, acrescente mais um ovo (mesmo ao final, depois de acrescentado o queijo). Para ajudar a enrolar, leve a massa à geladeira por alguns minutos. Assim, normalmente não é necessário untar as mãos com óleo (eu precisei untar. Sou apressada demais).


Para assar, leve ao forno pré-aquecido a 180oC por cerca de 20 minutos.


A receita rende muito!!! Então, ainda que você seja tão ogra quanto eu, não vai conseguir acabar com o suprimento de pão de queijo de uma vez. Por isso, uma boa dica é congelar as bolinhas! Assim, na hora de devorá-las, você terá menos trabalho. Basta colocá-las em uma assadeira e levar ao congelador. Depois de congeladas, retire da assadeira e coloque em um ziploc ou saco plástico apropriado para guardar comida.

2 comentários:

  1. Olha, vou tentar fazer este pão de queijo somente pela sua simpatia e a alegria que demonstrou em postar a receita. Compro da Ju há algum tempo. É bom mesmo.
    E se não ficar bom eu te estrangulo!
    Valeu! bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Wilson? Animou e fez o pão de queijo em casa? Espero que tenha dado super certo! Quanto à Ju mencionada na receita, é uma amiga que me passou gentilmente a receita - mas ela não vende os pães! Só faz para a família mesmo! Beijo!

      Excluir