Geleia de tomate

É verdade. Ela não é nem um pouco tradicional. Onde já se viu geleia de tomate?

Tudo bem que, para grande parte do mundo, o tomate é fruta. Assim, faz sentido virar geleia. No Brasil é que temos essa mania de tomate como verdura, na salada. :)

Devo confessar que a gente manda muito bem! Como ele fica bom na salada!!! Mas a geleia é interessantíssima. E exige mais tempo no fogo do que exatamente dons culinários apurados! Que tal dar uma chance a ela?

Então, colheres de pau a postos! Já!

Geleia de tomate

Ingredientes
4 kgs de tomate
800 g de açúcar
Suco de 1 limão grande
Duas pitadas de sal

Modo de preparo

Lave os tomates e faça um corte, em cruz, na bundinha deles. É para facilitar o processo de tirar a pele. Encha uma panela grande com água e deixe ferver. Coloque os tomates na água fervente por 1 a 2 minutos. Retire do fogo e coloque imediatamente em um bowl com água gelada (e gelo). O choque térmico facilita a retirada da pele. Depois, pique-os em cubos médios e reserve. Misture o limão, o sal e um pouco do açúcar no tomate. Vá misturando com uma colher e adicione o restante do açúcar aos poucos. Depois de tudo misturado, coloque em uma panela grande, em fogo alto, e deixe levantar fervura.


Aí, baixe a chama para médio e mexa de vez em quando. Segundo a receita original, o processo de cozimento demorou 40 minutos. Comigo, foram duas horas (ao todo).


Quando a geleia começar a reduzir bem, baixe o fogo e mexa com mais frequência para não queimar.


Aí, é só deixar esfriar um pouco e guardar em potinhos de vidro.

Comentários

Postagens mais visitadas