De volta e a ponto de bala

Nem parece, mas já se passaram 15 dias! Minhas lindas férias, tão sonhadas, tão aguardadas, foram-se (prometo depois postar dicas de Roma e Madri)!

Confesso que, apesar do descanso (merecido), sinto uma preguiça avassaladora de voltar para o trabalho. Meu corpo está tomado de uma lerdeza acachapante (talvez a culpa não seja do emprego, mas dos quilos a mais por conta das pastas e paellas. Rs!)... Eu sei. Pura picaretagem (menos a parte dos quilos a mais. Sério. Vergonhoso. Vou até ter que malhar. Hunf!).

Enfim...

Foi maravilhoso conhecer Roma (o que é aquela cidade?), babar pelas Cinque Terre (romântica de tudo) e reviver Madri, minha cidade do coração (reencontrar meus amigos foi a melhor parte da viagem, definitivamente)! Mas nem tudo foram flores. Apesar disso, posso dizer que o balanço é positivo.

Sabe quando um caminhão te atropela e você só pensa que vai morrer (e tem jeito de pensar em outra coisa?)? E depois o pior passa e você percebe que aquilo veio para o bem e que, no fim das contas, você saiu melhor do que entrou? Pois é.

Teve furacão, mas o que parecia ruim à primeira vista foi bom. Cobrou seu preço. Me deixou de joelhos. Tudo verdade. Mas sobrevivi. Estou virada do avesso. De ponta-cabeça. É como se o ano tivesse terminado, dois meses antes do prazo. E agora sinto-me pronta para começar do zero. Reescrever meu caminho.

Sinto vontade de mudar tudo aquilo que não estava legal. Buscar novas saídas. Despertar o que estava adormecido. E a primeira coisa que vou fazer é comer melhor. Óbvio. Alguém imaginou que minha repaginada ia deixar de fora a comida? Decidi que vou começar a fazer as receitas (mais saudáveis) dos meus livros favoritos.

Não vou fazer dieta. Nem passar fome.

A ideia é me alimentar melhor. Cozinhar minha própria comida (dando um descanso ao estômago das porcarias feitas na rua - não que tudo que se coma fora de casa não preste, claro.). Jantar e almoço (no café da manhã sou um ogro domado e como até direitinho. Você teria orgulho de mim se visse).

São cinco pratos para os cinco dias da semana. Até porque aos sábados e domingos ninguém é de ninguém.

O livro inspiração da semana é Cozinha de Estar, da musa, ex-modelo, chef e mãe inspiradora Rita Lobo.


E a primeira receita, para abrir a semana, é uma salada bem tradicional, a niçoise. Só que em uma versão moderninha. A la Rita Lobo.

Amanhã posto as fotos e o resultado do primeiro dia de desafio.

Torçam por mim!

Comentários

Postagens mais visitadas