La Chaumière

Puf! Morri. Morri e fui parar no céu. No céu culinário. Tudo culpa do La Chaumière. Por que você foi entrar na minha vida?

Agora, acabou. Não terei mais sossego enquanto estiver viva. Para mim, era só mais um jantar. Sabe? Aquela coisa de só mais uma refeição legal. Mas não...

Jamais imaginei que, naquela quinta-feira aparentemente normal, iria provar o melhor Steak au Poivre da minha vida. Quando meu amigo disse que o tal restaurante servia o melhor bife com pimenta que ele já tinha comido, melhor até que os originais parisienses, segurei o riso. Menos, né Jorginho?

Paguei a língua. O danado tinha razão. Quando a carne chegou, quase desmaiei. Sério. Olha esse molho. Isso deveria ser proibido. Deveria ser ilegal. Graças a Deus que o responsável por esse molho está vivo. Em boas condições. E cozinhando no La Chaumière.

Por mais que eu me esforce, nada vai ser capaz de transmitir o quanto essa carne, regada com esse molho, é espetacular. Sensacional. Coisa de outro mundo. Só posso dizer que, se o seu dia não foi bom e você está disposto a gastar 96 reais por um prato, agora já sabe para onde ir.

(E ainda rola uma batatinha para você terminar de enterrar o pé todo na jaca...)

Comentários

  1. Oi Mari. Tudo bem? Estive na sua casa no domingo passado para um almoço com meus pais e sua mãe comentou do seu blog. Gostei muito dele, principalmente, desta seção do "fui e comi" e deste artigo do La Chaumière. Gosto muito de carne e conheço bem este prato (kkk). Você aceita sugestões de lugares e pratos para os próximos artigos? Eu como muito fora de casa e tenho uns lugares bem especiais em Brasília. De qualquer forma, parabéns pelo blog. Excelente trabalho. Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, querido? Tudo bem? POR FAVOR, me indique lugares e pratos que vou com toda a felicidade prová-los! Hahahahaha! Comer é bom demais! Vou adorar novas dicas! Fico no aguardo! Beijo!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas