Afrodisíacos

4.7.13


Eles eram simples cogumelos Paris, acostumados a uma vida de mesmices. Num dia, adornavam omeletes sem graça, daquelas feitas às pressas só para matar a fome repentina na calada da noite; noutro, boiavam dilacerados em meio ao caldo suculento do estrogonofe de domingo. Isso quando não eram sufocados em meio a camadas de carne, salada e pães requentados, em hambúrgueres de um palmo de altura.

Assim, a vida seguia. Até que, um dia, apareceu uma oportunidade única, irrecusável. E os desprezados cogumelos viram ali a chance de reescrever o futuro da categoria.

Eles, que antes eram servidos às fatias, agora posam de rei. Vão à mesa inteirinhos, com direito a coroa. São os cogumelos recheados.

Como se não bastasse tamanha evolução, eles acabaram de dar mais um passo em direção ao estrelato inquestionável – e arriscaria dizer que estão perto de entrar para a história. Graças à Carla.

Minha doce amiga Carla foi apresentada ao tal cogumelo recheado ontem à noite, durante um evento privê. O interesse foi imediato – devo admitir que ela é quem estava mais nervosa com o encontro. A excitação foi tamanha que Carla nem sabia como proceder diante do recheadinho. Confesso que tive que dar uma mãozinha para o clima fluir.

Foi quando o tal cogumelo viu o que nunca antes tinha visto: o céu da boca da Carla. E ela sentiu o que nunca antes tinha sentido: uma euforia inusitada, altamente explosiva, ao entrar em contato com aquele cogumelo.

Eis que, extasiada, ela para de gemer e solta: “Esse cogumelo é afrodisíaco”?

Imediatamente, caí na gargalhada, mas por muito pouco tempo. A minha volta, todas as demais mulheres também se contorciam sempre que um desses cogumelos recheados descia goela abaixo.

Foi aí que me dei conta de que aquela mistura de Paris, bacon, cream cheese e cebola era, no mínimo, diabólica. E, como parecia fazer muito bem a quem a encarava, achei que não havia por que duvidar de seu poder afrodisíaco.

Então, se você está precisando levantar seu astral (ou seja lá o que mais você pretende levantar), está na hora de conhecer os cogumelos que mudaram a vida da Carla.

Cogumelos afrodisíacos
(tirada do Mountain Mama Cooks)

Ingredientes
227g de bacon
½ xícara (chá) de cebola picada finamente
1 dente de alho picado
450g de cogumelos Paris (branco)
110g de cream cheese
¼ xícara (chá) de queijo parmesão ralado
Sal e pimenta do reino

Modo de Preparo

Pré-aqueça o forno a 180oC. Corte o bacon em quadradinhos. Em uma panela, frite o bacon até que ele fique crocante. Enquanto isso, tire os talos dos cogumelos e pique-os em pedaços pequenos (veja aqui como limpá-los também). Quando o bacon estiver pronto, guarde-o e separe duas colheres de sopa do óleo restante para fritar a cebola. Após cinco minutos, junte o alho e os talos dos cogumelos. Acrescente o cream cheese e o parmesão e deixe os queijos derreterem. Acrescente o bacon e tempere. Recheie os cogumelos e leve ao forno por 20 minutos.

8 comentários:

  1. Jesus!!! Quero experimentar isso AGORA! Será que assim eu passo a curtir esses bichinhos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmã, pode ser, hein? Com bacon então! Impossível resistir!

      Excluir
  2. Mari, demais essa combinação! Não tem como não ficar gostoso. Servir de entrada, acompanhamento ou até prato principal com toda a valorização que o cogumelo merece tão bem escritos. Continue na pegada das receitas criativas, associando com as crônicas sensoriais. Parabéns!
    Bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, querido! E lembre-se de que o blog está mais do que aberto a contribuições! Se tiver uma receita bala, pode me mandar que coloco! Ah, e se ela vier com uma história, melhor ainda! Beijo!

      Excluir
  3. Mari querida, essa receita é fantástica! Adoro seu blog e tenho experimentado suas receitas. Parabéns!!!
    Beijossss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da receita e do blog! Agora somos coleguinhas também na cozinha! Rs! Beijos!

      Excluir